13.4.08



Tu estavas lá.

Cheirava a cedro na casa,
as hortenses cresciam junto ao muro,
as rosas eram tantas.

E um dia cheguei tarde -
as árvores agora abatidas e o muro despido
Perdão, eu pensava que sempre estarias.


Maria Alexandre Dáskalos (poetisa angolana)